Quer um conselho? Vá estudar no Canadá – Teravienses em ação

10:52 | quarta-feira,12 | jul '17
 

Como qualquer outra pessoa, sou apenas mais uma que sentiu aquela necessidade de reformular alguns aspectos da vida. Decidi então encarar uma experiência repleta de doses de reflexões e aprendizados: decidi estudar no Canadá, fazer um intercâmbio cultural em um país, língua e costumes diferentes. Queria me colocar do lado de fora do mesmíssimo campo de perspectiva sobre a vida que eu tinha até então.

Como é estudar no Canadá

Já começo dizendo que contar como é estar inserido em um lugar desconhecido, com rotinas e hábitos diferentes, só não é melhor do que viver tudo isso. Por outro lado, retratar esta mesma experiência para pessoas que ainda não se permitiram essa oportunidade, é tão complexo quanto viver o próprio intercâmbio.

Depois de seguir um planejamento minucioso durante o ano de 2016 junto com a Teraví, vim parar em Vancouver, no Canadá. Uma das cidades mais lindas do mundo, capaz de tirar o fôlego de qualquer visitante!

O Canadá e os canadenses

Confesso que antes da viagem, me sentia receoso quanto às reações dos nativos ao lidar com um estrangeiro que não fala o idioma fluentemente e tem pouco conhecimento sobre os costumes locais. Inexperiente com a língua, e acostumado a estar sempre cercado pela família e amigos no Brasil, os primeiros momentos de adaptação foram difíceis.

Mas logo nas primeiras semanas, percebi que estava completamente enganado. O Canadá, além de ser um país que deixa as portas abertas para o mundo, acolhendo qualquer religião, raça, cor ou sexualidade, também carrega no seu DNA pessoas humanizadas, realmente interessadas na diversidade.

intercâmbio no Canadá

Pra vocês terem uma ideia, eles gostam de ver os ônibus cheios de pessoas de todos os tipos e querem saber mais sobre elas… Não tem como isso não chamar atenção em meio às guerras e conflitos que preenchem os noticiários diariamente.

Além dessa sede pela diversidade, o canadense é um povo extremamente paciente e apto a ensinar. Falam um inglês perfeito, neutro, ideal pra quem procura aprender a língua. Mas, levando em consideração que aqui tudo realmente funciona e não se perde tempo para se resolver nada, acredito que o maior obstáculo foi o mesmo inglês.

Morando em Vancouver

Estou sendo hospedado por uma senhora inglesa extremamente dócil e amigável que, aos seus 75 anos, sai para sua corrida pela cidade todos os dias de manhã após compartilhamos a cozinha e tomarmos um bom café da manhã juntos. Ah, Vancouver respira esportes e atividades físicas ao ar livre, não tem como não sentir a energia ativa da cidade e não ser contagiado por ela.

intercâmbio em Vancouver

A cidade é ao mesmo tempo urbana e coberta por uma natureza exuberante, o que deixa o ar que a gente respira muito puro. Eu estava habituado a ter crises de rinite em São Paulo, porém aqui, consigo contar nos dedos de uma mão as vezes que espirrei em 90 dias. Isso me chamou a atenção de forma impressionante, sem contar a excelente qualidade da água que sai pelas torneiras.

De segunda a sexta tenho aulas de inglês na ILSC, uma ótima escola com excelentes e atenciosos professores. É uma escola muito bem estruturada, com diversos campus que tomam praticamente um quarteirão inteiro, e que recebe alunos do mundo inteiro… diversas culturas que se reúnem e compartilham grandes experiências todos os dias pela cidade.

 

Falando sobre experiências inesquecíveis, tive o privilégio de receber a minha namorada que veio do Brasil pra ficar uma semana por aqui. Aproveitamos juntos os longos dias de verão, em que o sol nasce às 7h da manhã e se põe às 21h da noite. Com um dia interminável desse, conhecemos muitos parques, praias, lojas, restaurantes e principalmente as montanhas de beleza avassaladora que cercam a cidade. Cada nova paisagem supera a anterior, tornando tudo inesquecível.

intercâmbio no Canadá

Essa experiência expandiu todos os meus horizontes, ideias e conceitos, além de ter desenvolvido consideravelmente minha capacidade de falar inglês, desde o momento que pisei no Canadá.

Com a ajuda da Teraví acredito ter dados saltos de consciência no que diz respeito a mim e ao mundo como um todo. Apaixonado pelo Canadá, especialmente por Vancouver, garanto que uma experiência dessa só tem a acrescentar positivamente e marcar a vida de qualquer um para sempre.

intercâmbio em Vancouver

Veja também o depoimento do Pedro Antônio sobre como foi fazer um intercâmbio em Brighton, na Inglaterra e do Carlos, sobre o seu intercâmbio em Berlim, na Alemanha.


Tags

Canadá intercâmbio em Vancouver intercâmbio no Canadá
 
 

Leia também

 
 
 

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notifique-me sobre novas publicações por e-mail